terça-feira, novembro 25, 2008

Pretende?

Sou muito bonitinha e até encantadora no começo... Começo tem fim, né?

Depois deixo cair máscaras e confetes enão sou tão bonita quanto pareço.

Tenho minhas manias, como todo mundo. Uma delas é ir ao samba.

Liberdade comedida. Livre com pudor. Prefiro assim.

Posso ganhar rosas... Nada contra. Mas prefiro roupas.

Adoro surpresas!

Faço surpresas.

Não se admire ou se surpreenda com meu despreendimento material. Sou assim mesmo. Não é mérito nenhum. Apenas sou.

Não entendo nada de carros e não torço pra time nenhum.

Futebol sabadinho à tarde? OK. Cervejinha com as amigas sabadinho à tarde.

Preconceito (qualquer um) desmoraliza.

Viajo sozinha.

ODEIO traição.

Não me importo com jóias. Prefiro bijouterias.

Sou desastrada. Às vezes "uma Carol baixa em mim".

Às vezes faço tudo como se o mundo fosse acabar amanhã (e um dia vai acabar mesmo)...

Minhas grandes angústias sempre tem filho no meio.

Meu filho já tem pai.

Minha avó é velha e minha mãe é ídola intocável.

Quero falar francês, mergulhar em Bonito e subir o Everest.

Sonho grande. Falo grande. Mas posso, por vezes, fazer pouco.

Roupa suja tem lugar. E cama... Cama tem que ter lençol esticado.

Não suporto sertanejo e suporto axé, pagode e funk dependendo do nível de alcool no sangue.

Não mande meu filho calçar tênis.

Não me amarre. Porque eu fujo.

Sou carente.

Sou legal.

Sou diferente.

Sou magrinha.

Sou bonitinha.

Sou chata.

Por vezes possessiva.

Vai encarar?

2 comentários:

  1. Anônimo23:30

    Conheço tudo isso e sei que dou conta! Vamos tentar??? (Risos)

    ResponderExcluir
  2. Daniel22:31

    Gata, se eu já não tivesse gata e morasse em BH, escaparias de um raio mais não de mim rsrsrs. Bjus.


    http://so-pensando.blogspot.com

    ResponderExcluir