quarta-feira, fevereiro 18, 2009

E agora, José?

E agora que era hora de enlouquecer de tanto perguntar por que?
E agora que era vez de chorar lágrimas em barris e desgostosamente desejar justiça.
E agora era hora de se escandalizar, de encaixar as peças, de ver os laudos, de contestar os fatos, de se jogar no chão, de tomar uma caixa de ansiolítico, de sentir raiva, de sentir pena, de querer dar uns tapas, de querer entender, meu Deus!, entender...
E agora, José, que é mais fácil chorar debaixo do travesseiro uma dor que também é minha...
E agora, José, Antônio, Fulano, que era hora de fazer vigília, de sair em disparada e fazer barricada...
E agora, José, Antônio, Pedro, Fulano, que era vez de botar banca, de questionar sua existência...
E agora, José, Antônio, Pedro, Felipe, Fulano, que era hora de lhe arrancar dos braços um choro, de te enfiar um murro na cara, de querer te ver nascer mulher pra ver se entende, de querer que nunca tenha nascido, de ver sua cara de mau como menino pequeno pegando a bola e dizendo "é meu" e entrar na sua onda...
Agora, José, entro com o que tenho de mais forte.
Agora venho com proteção de todos os santos, orixás, energias, deuses, o que escolher acreditar, mas venho protegida como nunca.
Porque agora, José, não venho pra lhe atacar.
Agora, José Fulano, venho pra orar pelo seu bem mais precioso, mais raro e mais amado.
Agora, José, Antônio, Fulano, venho com as minhas palavras e a vontade D'ele, que não é minha nem sua, nem dela...
Porque agora, José, Antônio, Pedro, Felipe, Fulano!
Porque agora venho pedindo pra cuidar de um coração grande e um coração pequeno, pra minimizar a dor, pra dar forças.
E se tiveres coração, José Fulano, que lhe guie também. Sabiamente. Porque o seu bem mais precioso não sabe se chora ou se ri, não entende, sofre, fala, sente e vê tudo o tempo todo.
Ele também. E é Ele quem vai decidir, que vai dar prumo, que sabe, no fundo, o quê e o porquê.

Um comentário:

  1. Daniel22:10

    Ah! Bahasi, como você escreve... Magnífico texto, magnífico... Bjus.

    http://so-pensando.blogspot.com

    ResponderExcluir