quinta-feira, abril 03, 2008

Coisas Vômitos

Coisas que deveria ter dito ou não... Cartas que deveria ter escrito, entregue, postado, e-mails não enviados, meias sílabas balbuciadas. Esta nem é a explicação para o título arrogante deste texto. É só o que foi saindo vomitado da minha mente desmiolada quando pensei nas coisas que queria falar e não falei, escrever e não escrevi, enfim...

Ditos atrasados ou na hora certeira. Sei lá.

Queria falar muita coisa. Deveria dizer:

“Te amo mais do que tudo!”

“Você, meu filho, é o filho perfeito que Deus reservou pra mim.”

“Te perdôo. Mas não compreendo. Não acho justo. Por isso não te quero mais” – ao invés da boca muda.

“Não me deixe sozinha hoje. Preciso de uma amiga agora.”

“Se está confuso, pra mim já não serve mais. Tem que ter certeza absoluta de que quer estar comigo. Ou não me merece!”

“Estou me preparando, vovó. Não fique triste.”

“Você fez diferença pra mim. Te admiro.”

”Mãe!”

“Vou cuidar de você quando ficar velhinha, sim. É incondicional.”

“Obrigada. Sem você não haveria Diego.”

“Palavrão feio.”

“Por que?”

“Sim, eu me amo. Deveria me amar também. Não sabe o que está perdendo...”

“Eu errei. Perdão.”

“Não, não tenho nada a dizer” – ao invés de dizer maledicências.

“Acredito em você.”

“Agora quem não te quer sou eu.”

“Volta pra mim?”

“Não tenho vergonha de você. Só não quero lembrar que fez parte da minha história.”

“Pai, obrigada. Descobri que vou entrar na Igreja com meu tio.”

“Seu ombro aliviou minha dor... Mas ainda dói.”

“Sinto muita falta do seu cheiro, do seu beijo...”

“Pra onde quero ir mesmo?”

Vômitos não são sempre belos. São feios, nojentos. Mas são vômitos, ora bolas. Uma hora tem que sair. A ojeriza é toda sua. Fique com ela. Não pedi pra limpar o chão.
Vou cobrir com rosas vermelhas.

Obrigada!

Um comentário:

  1. Daniel22:41

    Um dos melhores textos seus. Bjus. Bom final de semana.

    ResponderExcluir